22 DE JULHO: A CONVERSÃO DE MADALENA
Seg, 22 de Julho de 2019 02:53

Maria de Mágdala era conhecida como a pecadora da cidade. Poucos resistiam ao encanto sedutor daquele rosto emoldurado por longos cabelos dourados. Mas um dia o Mestre olhou para ela como nunca ninguém a olhou. Era um olhar de censura suave e sentida. Ela turbou-se toda e não sossegou enquanto não se prostrou a seus pés para chorar o passado.Foi durante uma ceia na casa de Simão, o fariseu. Não recuou diante dos olhares maliciosos dos homens. Entrou resolutamente e ajoelhou-se diante de Jesus. Beijando-lhe os pés, derramou sobre eles uma jarra de perfumes e ungüentos, misturados com lágrimas, e os secou com seus cabelos. Foi o encontro do arrependimento com a misericórdia: - Tua fé te salvou. Vai em paz e não peques mais. (Lc 7,50)Sempre agradecida pelo perdão, nunca mais separou-se do seu Mestre. Acompanhou-o nos momentos do triunfo e da dor, até a cruz. Santa Maria Madalena é modelo de conversão radical. Pouco se sabe dela, depois da ressurreição. Segundo uma tradição mais provável, ela teria ido para o Sul da França com seus irmãos Marta e Lázaro, onde pregou o Evangelho. É a padroeira das casas de recuperação.

 

Outros artigos

Animação

http://www.boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/233996o_sorriso.png http://www.boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/950871smpre_no_cora____o.png http://www.boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/382426pelagio.png http://www.boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/343594test1.png http://www.boletimpadrepelagio.org/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/384004test.png