Usuários on-line

Nós temos 13 visitantes online

Visitas

mod_vvisit_counterHoje194
mod_vvisit_counterOntem5016
mod_vvisit_counterNesta Semana194
mod_vvisit_counterNeste Mês70070
mod_vvisit_counterTodas8109536

Nós temos: 4 visitantes, 2 bots online
Hoje: 20 de Jan 2019
AS BODAS DE CANÁ
Sáb, 19 de Janeiro de 2019 14:14


  altJo - C21No terceiro dia, houve uma festa de casamento em Caná da Galiléia. Lá se encontrava a mãe de Jesus. 2Também Jesus e seus discípulos foram convidados para a festa. 3Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: “Eles não têm mais vinho”. 4Respondeu-lhe Jesus: “Mulher, que importa isso a mim e à senhora? A minha hora ainda não chegou”. 5Sua mãe disse aos serventes: “Façam tudo o que ele lhes disser”. 6Havia lá seis talhas de pedra, destinadas às purificações dos judeus. Cada uma delas podia conter cerca de 80 a 120 litros. 7Disse Jesus aos serventes: “Encham de água as talhas”. E eles as encheram até a boca. 8Disse-lhes então: “Tirem agora e levem ao mestre-sala”. E eles levaram. 9O mestre-sala provou a água, transformada em vinho. Não sabia donde viera aquele vinho, embora o soubessem os serventes que haviam tirado a água. O mestre-sala chamou então o noivo 10e disse-lhe: “Sempre se serve primeiro o bom vinho, e quando os convidados já tiverem bebido muito, serve-se o vinho inferior. Você, porém, guardou até agora o vinho bom”. 11Deste modo iniciou Jesus, em Caná da Galiléia, os seus milagres. Manifestou sua glória, e seus discípulos começaram a crer nele.

 
20 DE JANEIRO – MORREU A FLECHADAS
Sáb, 19 de Janeiro de 2019 14:42

 alt- A vida de São Sebastião(+288) é uma das mais dramáticas do tempo das perseguições romanas. Diz a tradição que ele era comandante da guarda pessoal do  imperador Diocleciano. Foi quando Diocleciano decretou uma sangrenta perseguição contra os cristãos.Sebastião também era cristão. Denunciado ao imperador, este mandou prendê-lo, embora estimasse muito seu guarda de confiança. Nem promessas e nem ameaças conseguiram abalar o intrépido soldado de Cristo.Seu martírio foi dos mais dolorosos. Flecheiros bem treinados receberam ordem de crivá-lo de flechas, mas sem atingir as partes vitais do corpo. Devia morrer aos poucos, esvaído em sangue. Muitos séculos depois, fundar-se-ia uma cidade no Brasil com o nome de São Sebastião do Rio de Janeiro. VIVA SÃO SEBASTIÃO...

 
2º. Quadro – FILHO, “NÃO FALE MAIS ASSIM”
Sáb, 19 de Janeiro de 2019 14:28

alt

Pelágio tinha apenas dois anos quando a família precisou mudar-se para outro lugarejo. Aí nasceram mais filhos completando o pequeno batalhão de 15. O ambiente familiar continuava o mesmo: Trabalho no campo, estudo e oração. A missa dominical era um dever sagrado.Certa manhã friorenta o pequeno Pelágio acordou azedo e disse: - “Hoje não vou à missa”...Dona Maria, atarantada com tanto filho para arrumar, o repreendeu severamente: - “Meu filho, nunca mais repita uma coisa dessa”.Mais tarde, ao contar ao povo esta passagem da sua infância, Pe. Pelágio dizia:- Foi uma lição para toda a minha vida.

 

 

Outros artigos